Cores da Conquista: homenagem à Dona Dió segue até dia 25

Padrão

Este slideshow necessita de JavaScript.

Emoções, lembranças e saudações. Foi este o clima de abertura do Projeto Cores da Conquista, uma iniciativa da atual coordenação do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima para homenagear personalidades conquistenses. Neste ano de 2012, a homenageada é a Srª Dionízia de Oliveira Silva, a Dona Dió do Acarajé, a primeira baiana de acarajé de Vitória da Conquista.

A exposição, iniciada na noite de ontem, 20 de novembro, em referência ao Dia da Consciência Negra, estende-se até o dia 25 de novembro, data que comemoramos o Dia da Baiana do Acarajé, ofício registrado, em 2005, como Patrimônio Cultural imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ministério da Cultura (Iphan).

A abertura contou com uma perfomance artística do ator e diretor de teatro, Wagner Silveira, que ao som da música “A preta do acarajé”, de Dorival Caymmin, traduziu o ofício das baianas do acarajé. Além da perfomance, alunos da CIA Alfa e Ômega fizeram uma apresentação de hip hop.

O projeto Cores da Conquista é uma maneira escolhida pela atual coordenação do CCCJL em fazer uma retribuição de honra, agradecimento e tornar público com um ato de reconhecimento aos trabalhos prestados pelos conquistenses.  “Fico feliz em tamanha homenagem. Está linda, colorida e do jeito que mãe gosta!”, agradece Edneide de Oliveira, filha de Dona Dió.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s